notícias da pastoral

Instituição Canônica da Nova Inspetoria Nossa Senhora Aparecida e Posse da Nova Inspetora Nossos Eventos
Ir. Nilza Fátima de Moraes, Inspetora da nova Inspetoria Nossa Senhora Aparecida

Na manhã da última terça-feira (02), foi realizada, na Capela do Colégio de Santa Inês, em São Paulo, a Celebração Eucarística para nomeação oficial e posse de Ir. Nilza Fátima de Moraes como Inspetora da nova Inspetoria Nossa Senhora Aparecida, então ereta canonicamente a partir da unificação das Inspetorias Santa Catarina de Sena de São Paulo, Imaculada Auxiliadora de Campo Grande e Nossa Senhora Aparecida de Porto Alegre.

 

A celebração eucarística foi presidida pelo Inspetor Pe. Justo Ernesto Piccinini e concelebrada pelos Pe. Nivaldo Pessinatti (Inspetor - BRE), Pe. Ricardo Carlos (Inspetor - BCG), Pe. Gilson Marcos da Silva (Inspetor – BPA), Pe. Hélio Espínula Soares Pinto, Pe. Paulo Renato Fernandes Campos e Diácono Magno Fonzar Albuquerque. Também participaram da celebração o novo conselho Inspetorial da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida, composto pelas Irmãs: Dorcelina de Fátima Rampi, Helena Gesser, Gisele Rodrigues Coelho, Maria Ivone Ranghetti, Lucia Jacinta Finassi, Solange de Fátima Sanches, Mirian Angélica Leopoldo dos Santos e Ivone Aparecida Calvo Marcuzo.

 

O processo de nova configuração das Inspetorias do Brasil iniciou-se em 2013, a partir de um pedido da Madre Yvone Reungoat, a fim de revitalizar o carisma salesiano feminino no Brasil. Ao longo destes anos, foram realizadas inúmeras reuniões, grupos de trabalho, pesquisas, orações e encontros que resultaram no discernimento e consenso de passar de nove para quatro Inspetorias. Conforme palavras de Ir. Maria Ivone Ranghetti, vigária inspetorial: “As três Inspetorias trazem em si a riqueza, as características e a cultura que são próprias de cada região, história construída pelas nossas Irmãs que ao longo do tempo doaram e continuam   doando as suas vidas. As Inspetoras, Diretoras e Comunidades diversas que foram fecundando toda esta extensa região do Brasil, apoiadas no solo fecundo da videira que é Jesus, deram os primeiros ramos. Ramos que se estendem, impulsionados pelo carisma salesiano, dom do Espírito à humanidade inteira, na fidelidade a nossa vocação e a caminho da santidade que somos chamadas.”

 

Neste mesmo dia também foram eretas canonicamente outras duas Inspetorias: Inspetoria Madre Mazzarello de Belo Horizonte (com a unificação das Inspetorias: Nossa Senhora da Paz de Cuiabá, Nossa Senhora da Penha do rio de Janeiro e Madre Mazzarello de Belo Horizonte), cuja Inspetora nomeada foi Ir. Terezinha Ambrosin; e Inspetoria Nossa Senhora da Amazônia (com a unificação das Inspetorias Santa Terezinha e Laura Vicuña), tendo como Inspetora, Ir. Carmelita Conceição. A Inspetoria Nossa Senhora Auxiliadora continua em sua atual configuração.

 

Todas essas mudanças representam a busca constante e conjunta de encontrar caminhos para responder com maior fidelidade e eficácia aos atuais apelos da realidade, para que as comunidades possam ser geradoras de vida no coração da contemporaneidade.

 

  

 

 Um pouco sobre a trajetória de Ir. Nilza Fátima de Moraes 

 

Ir. Nilza Fátima de Moraes nasceu no dia 25 de novembro de 1965, em Natividade da Serra (SP), município da Região do Vale do Paraíba. Filha de João Faustino de Moraes e Maria de Lourdes Moraes, foi batizada no dia 10 de janeiro de 1966, pelas mãos do Cônego Higyno Corrêa da Conceição, na matriz de Nossa Senhorada Natividade. No dia 8 de setembro do ano seguinte, aproveitando a visita canônica do Bispo da Diocese de Taubaté, Dom Francisco Borja do Amaral, à Paróquia, foi ungida com o óleo do Crisma, confirmando em sua vida cristã o dom do Espírito Santo.

 

No início da sua adolescência, em 1979, foi estudar em Lorena, juntamente com sua irmã Marilza, na chamada Escola Doméstica, com as Irmãs Salesianas que trabalhavam e residiam no Lar de Idosos São José. Ali recebia os cuidados humanos e espirituais das Irmãs, participava diariamente da Celebração Eucarística, dos ensaios de cantos, duas vezes por semana, das atividades da casa, e, aos domingos, do Oratório São Luís, um espaço onde as crianças brincavam, praticavam esportes, tomavam lanche e participavam das catequeses organizadas por algumas Irmãs, sob a responsabilidade dos padres salesianos.

 

Entre os anos de 1979 e 1981, uma vez por mês, participou dos Encontros Vocacionais no Colégio do Carmo, em Guaratinguetá, onde, em 1982, foi morar, para fazer o seu discernimento vocacional. No ano seguinte, iniciou, em São Paulo, sua etapa de formação como Aspirante, no Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), depois fez o Postulado e neste tempo concluiu o Ensino Básico. Em 1985 iniciou a etapa do Noviciado, e no dia 24 de janeiro de 1987, fez a Profissão Religiosa e foi morar na Comunidade do Santa Inês, em São

Paulo.

 

No período de juniorato, de 1987 a 1993, ano em que fez os Votos em Perpétuo, morou em três Comunidades, fez o Curso de Pedagogia e exerceu diferentes funções na escola, no oratório e na Pastoral da Juventude Estudantil. Em 1994, foi morar na Casa de Formação – Aspirantando/Postulado, no bairro Perdizes, em São Paulo, como membro da Equipe Formadora, e trabalhava no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora, no Bairro Belenzinho. A partir de 1998, ainda residindo no Aspirantado, trabalhou no Colégio de Santa Inês até o primeiro semestre do ano 2000, ano em que foi para Roma, participar da Jornada Mundial da Juventude, e lá ficou para iniciar o Curso de Catequética, na Facoltà di Scienza dell’Educazione Auxilium, por um período de três anos e meio.

 

No ano de 2004, voltou para trabalhar no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora, no Bairro Belenzinho; Coordenação de turmas, professora de Ensino Religioso e coordenadora de Pastoral. Em 2006 e 2007, morou em São José dos Campos, na Comunidade do Instituto São José, como membro do Conselho da Casa, Assessora da Articulação da Juventude Salesiana do Regional do Vale do Paraíba, Professora de Ensino Religioso, Coordenadora de Pastoral Escolar e Professora de Liturgia no Aspirantado.

 

De 2008 a 2013 foi membro do Conselho Inspetorial. Mudou-se para Guaratinguetá para assumir a direção do Instituto Nossa Senhora do Carmo e a Animação da Comunidade Religiosa. Em 2014, foi para São Paulo, onde assumiu a direção do Colégio de Santa Inês e a animação da Comunidade Religiosa.

 

Em janeiro de 2017, assumiu a função de Formadora no Aspirantado e Postulado, em São José dos Campos. Na gestão da Inspetora Ir. Helena Gesser, de 2014 a 2019, foi Vigária Inspetorial e coordenou a Equipe da Formação Permanente da Inspetoria Santa Catarina de Sena, dentre outros trabalhos, como a Animação da CRB do Núcleo de São José dos Campos. E no ano 2019, foi eleita Inspetora da então futura Inspetoria Nossa Senhora Auxiliadora, que abrange os estados de Campo Grande, Santa Catarina, Porto Alegre, Rio Grande do Sul e São Paulo.

 

Fonte: Inspetoria Nossa Senhora Auxiliadora