espiritualidade juvenil salesiana

Saiba mais sobre a Espiritualidade Juvenil Salesiana

Somos chamados a viver Deus

Somos chamados a viver Deus em primeiro lugar! Ele deve ocupar por inteiro nossa vida e o nosso coração. Vivemos isso com uma espiritualidade comprometida, profunda.  Como seguidores de Dom Bosco, temos nossa "marca" espiritual: o dom da "Espiritualidade Juvenil Salesiana" e, com ela, queremos ajudar os  jovens a serem santos. A vida é o lugar onde se faz a maravilhosa experiência de Deus. No dia a dia, tocamos Deus e por Ele nos deixamos tocar. Nossa espiritualidade não é fuga do mundo, mas inserção no mundo, sobretudo no mundo dos jovens. Se para Dom Bosco o mundo dos jovens é o lugar concreto do encontro com Deus, conosco não poderá ser diferente.

Convicções da Espiritualidade Juvenil Salesiana

  • Toda pessoa é criada para o bem;
  • Deus está presente em nossa história;
  • A vida é dom de Deus e tem valor insubstituível;
  • Criados para o amor, caminhamos para o Bem Supremo;
  • A educação se dá na relação

 

 

Nossos fundadores

Dom Bosco

“Basta que sejais jovens para que eu vos ame.”

Dom Bosco foi padre, educador e criador do Sistema Preventivo para educação. Dedicou toda sua vida à educação e à religião, além de se empenhar no desenvolvimento da imprensa católica.

Aos nove anos, Joãozinho Bosco teve um sonho que ficou gravado na sua mente e no seu coração. Viu um grande pátio onde estavam reunidos vários garotos que não só se divertiam, mas também blasfemavam. Atirou-se no meio deles, procurando, à força, obrigá-los a se calarem. De repente, apareceu ao lado dele um homem majestoso, com o rosto cheio de luz que lhes disse:
Não com pancadas, mas com a mansidão e a caridade deverás conquistar estes teus amigos…”. Confuso e espantado, Joãozinho respondeu que não passava de um menino pobre, e perguntou como poderia educá-los. O misterioso personagem replicou: Eu te darei a Mestra, sob cuja disciplina podes tornar-se sábio, e sem a qual toda sabedoria se torna insensatez”.

O sonho se tornou realidade e inspira a missão de Dom Bosco e de todos aqueles que se deixam orientar pela sua espiritualidade e pelo seu método.

Dom Bosco, também chamado de São João Bosco, foi aclamado pelo Papa João Paulo II como o Pai e Mestre da Juventude, nasceu em 16 de agosto de 1815 em uma comuna italiana chamada Colle dos Becchi, na região de Piemonte, Itália, perto da cidade de Castelnuovo de Asti. Hoje, a cidade se chama Castelnuovo Dom Bosco em homenagem a ele e conta com apenas 3.036 habitantes.

 

O Reitor mor dos Salesianos, Pe. Ángel Fernández Artime, foi eleito pelo Capítulo Geral 27 como o 10º sucessor de Dom Bosco, para representar todas as províncias salesianas. Ele é o sucessor de Dom Bosco no comando das instituições que compõem a Família Salesiana. 

 

Dom Bosco

“Seja somente Ele, Jesus, o nosso confidente”

Foi em Mornese, norte da Itália, na região do Monferrato, que no dia 9 de maio de 1837, nasceu Maria Domingas Mazzarello, filha de José Mazzarello e de Maria Madalena Calcagno. Foi a primeira de dez filhos. Quase todos os dias, bem cedo, Maria percorria um íngreme caminho para participar da missa. No inverno, esse percurso ficava ainda mais difícil, devido ao frio e à neve.

Em 1860, o tifo se abateu sobre o povoado de Mornese. A família dos tios de Main (como era carinhosamente chamada) foi uma das primeiras a contrair a doença. Maria foi ajudá-los, mesmo sabendo que poderia adoecer, o que realmente aconteceu. A partir daí, o rumo de sua vida mudou completamente. Não podendo mais trabalhar no campo, decidiu aprender a costurar, para ensinar as jovens da sua pequena cidade. Com Petronilla, sua amiga, montou uma sala de costura e começou a ensinar o ofício.

Certa vez, ao caminhar pela colina de Bargo Alto, viu diante de si um alto edifício com muitas meninas correndo, brincando num grande pátio interno e ouviu nitidamente estas palavras: “Tome conta destas meninas! A ti as confio!

Em 1864, Dom Bosco chegou a Mornese com seus meninos. Todos queriam vê-lo e ouvi-lo. Maria também... Dom Bosco expôs ao Pe. Pestarino seu projeto: construir um colégio para os meninos. Antes de partir, ficou conhecendo as iniciativas de Maria Mazzarello e Petronilla: a oficina de costura, o orfanato e a recreação aos domingos para todas as crianças do povoado. Dom Bosco se empolgou com o trabalho delas e propôs a fundação de um instituto feminino que fizesse pelas meninas o que ele fazia em Turim para os meninos.

No dia 5 de agosto de 1872, na Capela do Colégio, 11 jovens -entre elas Main- emitiram os votos religiosos e se consagram a Deus, constituindo as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), patrimônio vivo da gratidão de Dom Bosco à Maria Auxiliadora. 

 

O Capítulo Geral 27 elegeu a Madre Yvonne Reungoat como Superiora Geral das Filhas de Maria Auxiliadora, tornando-a, assim, a 9ª sucessora de Maria Domingas Mazzarello.


Nossa atuação

A nossa missão de educadores-pastores exige que atuemos em profunda sintonia com os desafios presentes na realidade juvenil. Nossos documentos nos propõem “habitar vida e a cultura dos jovens de hoje”. Isso significa conhecer, em profundidade, as realidades juvenis de modo que sejamos capazes de enxergar e refletir com propriedade suas potencialidades e fragilidades.

 

 

Valores da Espiritualidade Juvenil Salesiana

  • O cotidiano como lugar da experiência de Deus;
  • A oração salesiana;
  • Cultivo do otimismo e da alegria;
  • A vida como vocação, dom e responsabilidade;
  • Acolhida ao outro;
  • O espírito de família;
  • Comunhão eclesial;
  • Amor à Maria;
  • Cidadania cristã.