notícias da pastoral

75 anos de Madre Yvonne Reungoat Geral
Madre Yvonne Reungoat, 9ª sucessora de Maria Domenica Mazzarello

Madre Yvonne Reungoat, por doze anos (1996-2008), serviu no Conselho Geral e, desde 2002, atua como Vigária Geral e também gerente direta de quatro grandes comunidades internacionais em Roma. Nesse período, foi a colaboradora mais próxima da superiora geral, Madre Antonia Colombo, e com ela compartilhou a animação e o governo do Instituto e os processos inerentes à vida e à educação religiosa empreendidas em todo o mundo pelas Filhas de Maria Auxiliadora (FMA). O Capítulo Geral XXII (2008) a elegeu como a nova Superiora Geral, tornando-se a 9ª sucessora de Maria Domenica Mazzarello.

 

Sobre a trajetória de Madre Yvonne


Madre Yvonne nasceu em Plouenan (Finistère, França) em 14 de janeiro de 1945. Formada em História e Geografia pela Universidade Estadual de Lyon, lecionou pela primeira vez na escola profissional da mesma cidade por 11 anos. Ela é então animadora de comunidades e vigária provincial. De 1983 a 1989, foi nomeada provincial da província francesa do Sagrado Coração, com sede em Paris.

 

Seu amplo conhecimento do Instituto começou em 1990, ano em que lhe foi oferecido o mandato de delegado dos provinciais da Espanha e da França para a África Ocidental. Tarefa que lhe permite participar, no mesmo ano, do Capítulo Geral XIX. Embora seu serviço de animação tenha começado nos anos anteriores como animadora e Chefe das FMA de seu país. Em 1991, foi eleita Superiora da província africana Mãe de Deus, com sede em Lomé (Togo). Estes são os anos em que Madre Yvonne privilegia o relacionamento com as irmãs, incentiva as comunidades formadas por membros de diferentes nacionalidades a viverem em unidade, embora na diversidade, no carisma salesiano. Centra a atenção nos jovens em formação, sabendo enfrentar a pobreza e o sofrimento dos menos favorecidos, em colaboração com a Família Salesiana para a formação de animadores. Sua capacidade de inculturação na realidade africana é notável, até assumir seu ritmo, que aumenta as boas-vindas das pessoas e dá todo o seu lugar ao outro, à sua história, ao tempo necessário para que ele seja ele mesmo e se expresse.

 

O Capítulo Geral XX (1996) a elege como Conselheira Visitante. É o período em que ela conhece as irmãs de seis províncias latino-americanas, quatro européias e uma asiática, a coreana. No Capítulo Geral de 2002, foi eleita Vigária Geral do Instituto. Além de seguir as comunidades diretamente dependentes do Superior Geral, coordenou o planejamento e a organização de cinco reuniões para novos provinciais; acompanhou a colaboração do Instituto com a Associação das Culturas Históricas Salesianas e visitou, em 2004, as comunidades da   província de Santa Teresa de Madri e, em 2005, a província de   Nossa Senhora da África, na República Democrática do Congo.

 

O CG XXII (o quinto capítulo em que ela está presente) confere a ela o mandato de superiora geral: após 136 anos de superioras gerais italianas, desde 2008, uma nova madre geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora é francesa. Um ponto de virada histórico, que remonta às origens da Congregação: de fato, a Fundadora, Madre Maria Domingas Mazzarello, fez sua primeira visita através da fronteira italiana na França, a St. Cyr!

 

Quando solicitada a aceitar o mandato da Madre Marinella Castagno (anteriormente Madre Geral), Madre Yvonne disse: "Aceito com a ajuda de Maria e Madre Mazzarello e com a ajuda de todos vocês".

 

Fonte: Filhas de Maria Auxiliadora (FMA)