notícias da pastoral

Festival da Juventude movimenta jovens salesianos de todo o Nordeste AJS
Evento realizado no Recife conta com mais de 800 jovens das Inspetorias São Luís Gonzaga e Maria Auxiliadora

A animação da juventude salesiana do Nordeste tomou conta de todos os corredores do Colégio Salesiano Sagrado Coração de Jesus, no Recife, nesta sexta-feira (15). Até o domingo (17), mais de 800 jovens participaram de momentos culturais, de espiritualidade e de animação na 24ª edição do Festival da Juventude Salesiana. O evento, que é idealizado pela Pastoral Juvenil Salesiana da Inspetoria São Luís Gonzaga do Nordeste do Brasil, em comunhão com a Inspetoria Maria Auxiliadora, tem o objetivo de fazer uma integração das articulações de toda a região, celebrando a temática pastoral do ano e levando o carisma de São João Bosco e de Madre Mazzarello a todos os participantes do evento.

 

O encontro começou com uma calorosa acolhida dos Jovens da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) Gramoré-RN e da AJS Gravatá-PE. Vestidos como um time esportivo, os representantes das duas delegações animaram os jovens que chegavam para participar do evento. Em seguida, uma animação no palco externo movimentou todos os participantes para entrarem no clima de festa e de confraternização. Outro destaque, foi uma mesa redonda transmitida pelas rádios salesianas do Nordeste. A atividade contou com a participação do inspetor Salesiano do Nordeste, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti, dos padres João Carlos Ribeiro e Francisco Inácio, e de jovens da comissão da AJS. “Para nós, salesianos, o festival celebra a caminhada da inspetoria em nossas casas e onde nós salesianos não temos presença. A expectativa é grande, pois conclui, de certa forma, os trabalhos da pastoral durante o ano. Estou muito contente com a realização do evento”, afirmou o delegado da Pastoral Juvenil, Pe. Francisco Inácio.

 

Durante a noite, todos os jovens foram conduzidos à Quadra Dom Bosco, que foi palco da cerimônia de abertura. Apresentações das casas de João Pessoa-PB, Areia Branca-RN, Juazeiro do Norte-CE e Petrolina-PE abrilhantaram a noite dando ênfase ao orgulho de ser nordestino e reforçando a fé do povo. Além da celebração, uma Cristoteca foi realizada para marcar a noite de abertura. “O Festival da Juventude Salesiana é uma iniciativa que nasceu do seio da Pastoral Juvenil Salesiana do Brasil. Existem vários eventos semelhantes, mas, no Nordeste, ele adotou uma proposta muito interessante. Na verdade, a importância está na realização dos trabalhos dos grupos juvenis, nas paróquias e nas ações sociais. Além disso, o clima que se vivencia neste festival é de festa, de alegria, de gratidão e de compromisso”, disse o Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti.

 

  

 

No sábado (16), durante a missa na Basílica do Sagrado Coração de Jesus, o salesiano Antônio João Nascimento Neto foi ordenado diácono, pelas mãos do bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Limacêdo Antônio, e acolhido pela assembleia presente.

 

A missa foi animada pelos integrantes da AJS Matriz de Camaragibe-AL. Um dos momentos que emocionaram os presentes foi o da ladainha de todos os santos. Ajoelhados e em clima de oração, todos entoavam o canto que recorda a vida das pessoas que são exemplo de vida para o povo de Deus. “Eu me sinto muito feliz pelo dia de hoje. Muitos dos meus amigos estiveram aqui, mas principalmente pela presença dos jovens no festival. Quero que todos saibam que o meu ministério é servir na família salesiana. Quero muito colaborar com a missão da congregação aqui no Nordeste”, declarou o diácono Antônio Neto.

 

Outro destaque da manhã, foi a presença do pároco da Paróquia São José de Carpina-PE, Pe. Laércio José, que, nos últimos meses passou por graves problemas de saúde, se recuperou e foi ao evento dar seu testemunho e agradecer pelas orações de todos. “Com grande alegria, celebramos a ordenação diaconal de Antônio Neto, uma pessoa tão querida pela juventude. Deus continua chamando e fala pelos acontecimentos. Desejo que este festival seja, de fato, uma fala de Deus para a juventude, convocando todos os jovens para sentir este chamado de Jesus. Que vocês, jovens, não tenham medo de dizer sim para realizar a missão”, afirmou o bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio. “Estamos muito felizes com esta celebração alegre e festiva. É um momento muito pentecostal, porque junto com toda essa euforia juvenil, podemos celebrar o silêncio, a beleza e a presença do Espírito de Deus”, completou Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti.

 

Durante a tarde, os participantes também prestigiaram atividades culturais. Na quadra Dom Bosco, por exemplo, foi realizado o tão aguardado festival de coreografia. Integrantes de cinco Casas salesianas – Mazzarello (Recife-PE), Sagrado Coração de Jesus (Recife-PE), Serra do Mel (Rio Grande do Norte), Caetés (Abreu e Lima-PE) e o Colégio Salesiano de Salvador (BA) – expressaram diversas temáticas por meio da dança e da arte, valorizando a cultura e a fé do povo nordestino. Além disso, o esporte e as tendas vocacionais foram outros espaços que divertiram e informaram os jovens com atividades lúdicas, tendo como inspiração Dom Bosco e Madre Mazzarello. Em meio às variadas atividades da tarde, um número considerável de jovens aproximou-se do sacramento da Confissão, no Pátio da Misericórdia.

 

Um dos momentos mais aguardados do sábado foi o do Teatro Boa Vista. Este ano, a atividade contou com uma novidade: um pocket-show com o Pe. João Carlos Ribeiro. Após a sua apresentação, as Casas salesianas de Jaboatão-PE (Colônia), Escola Dom Bosco (Salvador-BA), Paróquia São João Bosco (Gramoré-RN) e Escola Dom Bosco (Recife-PE) abrilhantaram a noite com o festival de teatro. Desafios e conquistas da vida de Dom Bosco, a alegria de viver, a fé do povo sertanejo, a vivência dos jovens na Igreja e a vontade de nunca desistir dos seus sonhos, foram temáticas abordadas no local. Para encerrar a noite, uma procissão com Jesus Eucarístico tomou os corredores do colégio até à Basílica do Sagrado Coração de Jesus, finalizando com um precioso momento de adoração.

 

  

 

No domingo (17), a Quadra Dom Bosco, no Colégio Salesiano Sagrado Coração de Jesus, ficou pequena para a missa de encerramento do 24º Festival da Juventude Salesiana. Cheios do espírito de Deus e iluminados pela liturgia do 33º domingo do tempo comum, os jovens agradeceram a Deus por mais uma edição do evento e pelo trabalho desempenhado nos grupos juvenis, durante todo este ano. A celebração eucarística foi presidida pelo delegado da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) Nordeste, Pe. Renato Jorge, e concelebrada por diversos padres salesianos que estão atuando em escolas, paróquias, santuários e obras sociais da Inspetoria.

 

A animação da liturgia ficou por conta do ministério da AJS Petrolina-PE. Em sua homilia, Pe. Renato Jorge destacou o engajamento e o compromisso de todas as articulações, tendo como base a Família Salesiana. Ao final da celebração, ele convidou os pré-noviços e aspirantes que trabalharam na ornamentação do local, os funcionários do Colégio Salesiano do Recife, a comissão inspetorial da AJS, a equipe de pastoral, as irmãs salesianas, religiosos e vocacionados para o hino de Dom Bosco, acompanhados por todos os participantes do festival. “Desde agosto nós estávamos preparando o evento e graças a Deus deu tudo certo. Tudo foi feito e pensado com muito carinho, cada detalhe foi fruto da dedicação de todos que se empenharam para a sua realização. O maior presente que recebemos é o de ver a alegria de cada um membro da AJS e o entusiasmo dos jovens de evangelizar outras pessoas. Se Deus nos permitir, ano que vem celebraremos, com muita fé, os 25 anos de festival”, considerou o Pe. Renato Jorge. O padre destacou também o serviço de comunicação no festival, particularmente o empenho da Equipe Suporte (Natal-Gramoré).

 

Como tradição, no último dia do evento, foi divulgado o resultado do sorteio da rifa que ajudou nos custos do festival e do deslocamento das delegações até Recife. A casa que recebeu o prêmio foi o Instituto Maria Auxiliadora, de Natal, Rio Grande do Norte. Após a missa, o destaque da festa de encerramento foi a apresentação do grupo de Maracatu Yalu, envolvendo assim, os mais de 800 jovens na cultura pernambucana. O objetivo foi de encantar os participantes por meio da música, da alegria constante de uma igreja viva, jovem e em estado de saída, como pede o Papa Francisco.

 

  

 

Para conferir todas as fotos do evento, clique aqui.

 

Fonte: Equipe de Comunicação do 24ª Festival da Juventude Salesiana