notícias da pastoral

A Amazônia Salesiana - O Sínodo nos Interpela Pastoral
Em livro as contribuições da Família Salesiana da Região Pan-Amazônica

"A Amazônia continua a ser uma das prioridades da Congregação Salesiana. Estamos decididos a prosseguir com nossa ação pastoral e missionária, mobilizando todos os recursos educativos e pastorais, típicos do nosso carisma", afirmou o Pe. Ángel Fernández Artime, Reitor-Mor da Família Salesiana. “Os Salesianos, com larga experiência missionária com os povos indígenas, sentem-se chamados a contribuir para o Sínodo com suas próprias experiências, suas próprias dificuldades no campo da inculturação do carisma salesiano e com quanto a Igreja fez para criar uma Igreja com rosto indígena”.

 

Os Salesianos de Dom Bosco (SDB) são uma das Congregações com maior presença na região Pan-Amazônica. Estão presentes na região há 125 anos e chegaram primeiro ao Vicariato Apostólico de Méndez, no Equador, para trabalhar com o Povo Shuar.

 

Tendo em vista a convocação do Sínodo para a Amazônia, a Família Salesiana organizou uma série de eventos em nível internacional e publicou recentemente o livro: "Amazônia Salesiana: o Sínodo nos Interpela".

 

Os Padres salesianos Martín Lasarte, do Dicastério das Missões Salesianas, na Sede Central Salesiana; e Damásio Medeiros, Decano da Faculdade de Teologia, da Pontifícia Universidade Salesiana (UPS), de Roma, reuniram, em mais de 350 páginas, as reflexões do Encontro Salesiano Pan-Amazônico feito em Manaus (AM), em novembro de 2018 e dos Seminários realizados na Pontifícia Universidade Salesiana, de Roma: "Testemunho de santidade com os povos amazônicos" e "Novos caminhos para uma Igreja de rosto amazônico". Além disso, a obra também traz os resultados da pesquisa sobre a presença salesiana na Amazônia e entrevistas com o Cardeal Cláudio Hummes, Presidente da Rede Eclesial do Panamá "REPAM", com seu Vice-Presidente, Cardeal Pedro Ricardo Barreto Jimeno e seu Secretário Executivo, Mauricio López Oropeza.

 

O Pe. Justino Sarmento Rezende, salesiano, natural da Amazônia (brasileira), afirma que os Salesianos, em meio aos povos indígenas, "sentem-se responsáveis ​​por contribuir para o Sínodo com suas experiências no campo da inculturação do carisma salesiano, com rosto indígena".

 

O Pe. Martín Lasarte, por sua vez, destaca três elementos presentes na obra: os jovens amazônicos; as cidades amazônicas, as migrações e os processos de Fé capazes de gerar uma Igreja ministerial com rosto amazônico. "A Amazônia Salesiana: o Sínodo nos Interpela" é uma obra que deve ser lida "ad portas" do Sínodo especial para a Amazônia, a ser realizado em Roma, de domingo, 6 de outubro; a domingo, 27 de outubro de 2019.

 

Fonte: ANS