notícias da pastoral

Julho - mês da amizade na Estreinha Pastoral
Julho - mês da amizade na Estreinha

Amigo (a): estamos no mês de julho, tempo de férias escolares e do frio. No dia 20, comemoramos o dia da Amizade; no dia 25, o dia dos Motoristas; e no dia 26, o dia dos Avós.

 

A própria natureza nos mostra que há uma relação entre descanso e frio. No inverno, então, se guarda energia para que na primavera a vida volte a se manifestar com toda sua força. Nossa força e a segurança Cristã está na vida em comunidade. A final, Deus é comunidade de três pessoas distintas e nós fomos criados à sua imagem e semelhança.


Hoje, se fala muito em mudanças culturais. E muita gente reage ante a passagem da cultura linear de Gutemberg para a cultura audiovisual. Nessa nova cultura, o símbolo, o imaginário e o subjetivo têm prioridade. A igreja tem se manifestado preocupada com as novas formas de emergência de subjetividade, que enfatiza o individualismo até num ambiente familiar. Há tantos egoísmos, onde as pessoas se fecham sobre si mesmas, se isolam em seus medos e se trancam por dentro em seus problemas. Aí constroem-se muros, paredes, cercas, desertos, desconfianças, carência, isolamentos, solidões, medos. E nós temos a necessidade de convívio, de partilha, de confidência, de acolhimento, de amizade. “Não é bom que o homem esteja sozinho” (Gen 2,18).


Neste mês de julho, que estamos comemorando diversas datas especiais, a Estreinha mensal privilegia o valor extraordinário da amizade. A amizade está presente naqueles que ficam felizes ao viverem sem inveja, mas com alegria, felicidade dos outros. São amigos o que estão sempre presentes quando deles se precisa. Amizade está na generosidade de gestos, no desinteresse material, na grandiosidade do seu sentimento da alma. A amizade é algo que se conquista e jamais se compra. Jesus, nosso melhor amigo, ensina que através da amizade o homem redescobre o sorriso. É no amor verdadeiro, na amizade com Deus e com os homens, que reside a perfeita alegria.


Nesse dia 20, vamos pensar um pouco a respeito. Como diz a letra da música cantada por Milton Nascimento. “ Amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, dentro do coração”. E o celebre escritor Saint-Exupéry afirma que: “Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro”. Jesus em sua passagem pela vida terrestre também teve seus amigos e disse: “Já não vos chamo de servos, mas vos chamo amigos”. (Jo 15,15). O servo não sabe o que o Senhor faz, o amigo sim.


Parabenizamos os nossos queridos Avós, que são os pais dos nossos pais, e pedimos para eles a proteção de São Joaquim e Sant’Ana, que são avós de Jesus. São Cristóvão guie no caminho do bem e proteja pelas estradas da vida todos os motoristas. Quando levamos o Escapulário conosco, sentimos que estamos cobertos com o manto de Nossa Senhora do Carmo, sob a proteção do Coração de Jesus.

 

Para assistir ao vídeo da Estreinha do mês de julho, clique aqui.

 

Fonte: Site da Pastoral Universitária do UniSALESIANO