notícias da pastoral

A vivência da fé na confecção dos tapetes de Corpus Christi Nossos Eventos
Tapete da celebração de Corpus Christi

“A confecção dos tapetes é um verdadeiro mutirão de fé e representa um verdadeiro testemunho de comunhão e solidariedade, uma vivência do Evangelho de Jesus”, destaca Pe. Nelson Antônio, da Paróquia São José, localizada no centro de Belo Horizonte (MG).

 

É nesse clima fraterno que os fiéis se unem para confeccionar os tradicionais e famosos tapetes de Corpus Christi. Materiais como borra de café, farinha, areia, sal, serragem, e os recicláveis, como tampinhas de garrafas, bagaço de cana, casca de arroz, flores e folhas, dão forma e cores ao caminho por onde passará o Corpo de Cristo.

 

A festa de Corpus Christi é única vez em que a Eucaristia sai da igreja e passeia pelas ruas. Por isso, a importância de enfeitar as vias com os tapetes por onde a procissão vai passar. No Brasil, essa tradição acontece em inúmeras cidades e envolve toda a comunidade que a cada ano busca se superar na montagem dos tapetes.

 

A utilização de materiais recicláveis também tem sido bastante usada pelas comunidades. Jornais, papelão, garrafas pet, embalagens longa vida e tampinhas formam estrelas, flores, cachos de uva e demais símbolos religiosos.

 

A confecção dos tapetes é um hábito que ganhou todo o Brasil com a chegada da colônia portuguesa. Em cada cidade brasileira, a confecção dos tapetes segue um rito, uma tradição da região e é muito comum também encontrar retratado nos desenhos o momento atual do país. De acordo com o padre, a confecção dos tapetes, além de ser um gesto de piedade popular é também uma maneira de refletir sobre as consequências da Eucaristia para a vida de cada fiel e as consequências sociais de comungar o Corpo e Sangue de Cristo.

 

   

 

Na solenidade, realizada nesta quinta-feira, seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, este ano em 31 de maio, é celebrada a missa, seguida de uma grande procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.

 

Fonte: Com informações do site da CNBB